quinta-feira, 18 de setembro de 2008

(D)eficientes


Após a mais brilhante participação da delegação brasileira em uma edição dos Jogos Paraolímpicos, totalizando 47 medalhas - sendo 16 de ouro, uma pergunta fica no ar: de onde vem tanto talento? E por que os resultados paraolímpicos em Pequim superaram de longe os resultados olímpicos?

Não é fácil achar uma resposta para estas perguntas e acredito que nem seja necessário, dado a tamanha complexidade que cada competição envolve. Uma coisa é fato: os atletas paraolímpicos souberam honrar o nome do país e mais uma vez demonstraram - a exemplo do que já tinham feito nos Jogos Parapan-americanos Rio 2007 -, que a palavra deficiência está cada vez mais longe do real significado que estes homens e mulheres merecem.

Talvez, a luta para se adaptar à difícil realidade de um país que não se preocupa com o termo acessibilidade e a indiferença de uma sociedade que finge não vê-los faça com que esses gigantes paraolímpicos se tornem bravos lutadores, vide Daniel "Phelps" Dias (foto), ganhador de nove medalhas, sendo quatro de ouro. Fico até pensando se não seria mais correto chamar o fenômeno da natação americana de Michael "Dias" Phelps. E o que dizer de Antônio Tenório? A lenda do judô, tetracampeão paraolímpico. Na China, ele venceu todas as lutas por ippon, o golpe perfeito.

O mais legal disso tudo é saber que após o show de nossos atletas em Pequim muitos deficientes físicos, que hoje não encontram alegria e esperança em suas vidas, certamente repensarão suas metas e dirão a si próprios "Eu posso. Eu consigo, também".

Parabéns guerreiros! De deficientes, vocês não têm nada.

Foto: Globo.com






BlogBlogs.Com.Br
Divulgue o seu blog!

3 comentários:

  1. O Brasil ainda tem muito o que aprender de "ser" humano... pensamos tanto no ter, e acabamos esquecendo do outro. É muito bacana ver esse tipo de exemplo. Isso merece uma grande reflexão da parte de todos, acabarmos com esse PREconceito bobo que ainda assombra nossa sociedade.

    Quando queremos muito algo, se fizermos por onde, tentarmos e mentalizarmos positivamente, com certeza conseguiremos, mesmo com as dificuldades do caminho...

    (Muito bom seu blog!)
    bjsss

    ResponderExcluir